ZIMUN traz a Ouro Preto sua autêntica Street Jazz

12 de julho de 2017 - 19:00 | por Sergio Sanches
ZIMUN traz a Ouro Preto sua autêntica Street Jazz
Arte
0

Mistura e experimentações musicais da banda Zimun, grupo que tem conquistado a cena alternativa nacional e internacional, chega a Ouro Preto na sexta-feira (14/7). Show gratuito será na Praça da UFOP

Criatividade, improviso e construções sonoras arquitetadas com o som que vem das ruas. Essa é a essência da banda Zimun, que junta o jazz, rap, um pouco de rock, afrobeat e MPB para criar um novo estilo: o Street Jazz. Essa mistura musical, que passeia por diversos estilos, já levou a banda para turnê na Europa e agora poderá ser conferida na Praça da UFOP, em Ouro Preto, na sexta-feira (14/7), às 21h com entrada gratuita.

O Zimun é uma banda mineira formada, em 2009. Com seis instrumentistas e experimentadores – Fernando Castilho, Matéria Prima, Ravel Veiga, Gabriel Bruce, Edgar Dedig e Gabriel de Mattos – o grupo une a tríade guitarra, baixo e bateria a outros instrumentos como congas, vibrafone, trompete e sintetizadores, criando novas melodias, harmonia, ritmo, dinâmica e timbres.

Com canções fluidas e poéticas, Zimun leva o ouvinte a uma viagem pelas experimentações musicais da banda. Canções como “Vida Saturada”, “Minha Vida é Essa” e “Blue Sky” em arranjos especiais e músicas novas como “Aprendiz”, “Cidadão do Mundo” e outras farão parte do repertório do grupo no show em Ouro Preto.

Trajetória

O primeiro álbum independente de Zimun contém 10 faixas inéditas. Intitulado PRAFRENTE, foi lançado em dezembro de 2014. Mesmo ano em que a banda fez a sua primeira tour européia, entre julho e agosto, com 16 shows agendados entre Portugal e Itália.

Zimun retornou para a Europa em 2015, mas desta vez focada em sua primeira residência artística no complexo cultural Espaço Espelho D’água situado em Lisboa, onde foi proposta uma construção sonora, experimentações e improvisos com músicos portugueses e angolanos, resultando em três novas composições.

Em 2016, a banda gravou o seu primeiro DVD, com direção artística de Gustavo Amaral. Neste mesmo ano, foram indicados pela BM&A (Brasil Music & Arts) para serem os representantes da instituição dentro dos showcases selecionados para o 1º Encontro Internacional de Negócios do Música Mundo realizado em Belo Horizonte.

Agora em 2017, a banda prepara o seu segundo álbum de inéditas “Sobre o Bom Senso & o Senso Comum”, com inéditas A Máquina do Ontem, Na Memória, Cidadão do Mundo dentre outras; com produção musical de Daniel Santiago (Teatro Mágico Hamilton de Holanda, Bituca …) e, mixado por Rodrigo Sanches (Céu, Gal Costa, Nação Zumbi).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *