Venezuelanos marcharão contra o terrorismo e pela Constituinte

28 de junho de 2017 - 12:13 | por Redação
Venezuelanos marcharão contra o terrorismo e pela Constituinte
Mundo
0

Milhares de venezuelanos marcharão hoje (28), na parte da tarde, pelas principais avenidas de  Caracas para o Palácio Miraflores (sede do governo), para respaldar à Assembleia Nacional Constituinte(ANC) e em rejeição ao terrorismo.

A acirrada disputa política no país naufragou a economia e deixou dezenas de mortos durante atos de apoio ou contrários à República Bolivariana. Ontem, aconteceram ataques com granadas e armas de fogo contra as sedes do Ministério de Relações Interiores, Justiça e Paz, e o Tribunal Supremo de Justiça (TSJ).

Os ataques foram efetuados de um helicóptero seqüestrado por Oscar Alberto Pérez, que está sendo investigado por vínculos com a Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos e a embaixada desse país em Caracas, de acordo com o documento divulgados pelo governo de Nicolás Maduro.

Pérez mantém relação com o general Miguel Rodríguez Torres, ex-ministro venezuelano do Interior, que recentemente confirmou publicamente sua colaboração com a CIA, indicou o ministro para a Comunicação e a Informação, Erneto Villegas.

Após os ataques, o setor de direita do país, mediante as redes sociais, convocou  um novo fechamento das ruas denominado trancazo para demonstrar uma suposta desobediência civil no país.

Eles são opositores agrupados na denominada Mesa da Unidade Democrática (MUD), acusados pelo governistas de serem responsáveis pela intolerância, o ódio e a violência, sendo grupos financiados pela direita, avaliam analistas políticos.

Nos embates desde o início em abril, as ações chamadas de fascistas e unidas à oposição, mataram ao menos 77 pessoas, além de produzirem  mais de 1.400. No período, centenas de instituições governamentais e privadas sofreram danos materiais. Ontem, diversas unidades comerciais foram destruídas e saqueadas no interior do país.

As marchas a favor do governo tem se mostrado mais pacíficas e alegres.

Foto Jornal La Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *