Turismo e meio ambiente foram temas da 229ª Assembleia da AMALPA

26 de maio de 2017 - 19:02 | por Redação
Turismo e meio ambiente foram temas da 229ª Assembleia da AMALPA
Cidades
0

São Brás do Suaçuí recebeu, hoje, 26, a 229ª Assembleia Ordinária da Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba (AMALPA).

A reunião, realizada na Prefeitura Municipal do município, contou com a presença de prefeitos de São Brás do Suaçuí, Caranaíba, Casa Grande, Conselheiro Lafaiete, Desterro de Entre Rios, Entre Rios de Minas, Jeceaba, Moeda, Ouro Branco, Piranga, Queluzito, Santana dos Montes, Senhora de Oliveira e suas comitivas; além de outras autoridades. O prefeito Zelinho foi representado pela assessora de Coordenação Governamental, Marta Bacharel.

Participaram, ainda, o secretário de Estado de Desenvolvimento Integrado e dos Fóruns Regionais, Wadson Ribeiro; o secretário adjunto de Estado do Turismo, Gustavo Pessoa Arrais; o superintendente de Apoio e Regularização Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Antônio Augusto Melo Malard. Durante o encontro, foram discutidos temas relacionados ao turismo e ao meio ambiente. A Assembleia contou, ainda, com a apresentação do quarteto da Banda Musical de São Brás do Suaçuí.

O presidente da AMALPA e prefeito de Conselheiro Lafaiete, Mário Marcus, reforçou que as demandas da Micorregião do Altoparaopeba devem ser levadas ao Governo de Minas Gerais. Como exemplos, ele citou a conclusão da obra do Hospital Regional de Conselheiro Lafaiete e a geração de emprego. O secretário de Estado de Desenvolvimento Integrado e dos Fóruns Regionais, Wadson Ribeiro, destacou que a assembléia serve justamente para aproximar os municípios do Governo de Minas Gerais. “É uma oportunidade de discutirmos e conhecermos os principais dilemas que vivem os municípios mineiros e apresentar as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado. No dia 26 de outubro, vamos realizar o Fórum Regional em Conselheiro Lafaiete”.

O secretário adjunto de Estado do Turismo, Gustavo Pessoa Arrais, falou sobre a importância de se pensar a atividade turística como forma de desenvolvimento econômico. Lembrou, ainda, que os municípios podem receber o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) Turístico. “O turismo está sendo uma saída para a crise econômica. As prefeituras devem pensar em promover as cidades, por meio do turismo”, completou.

Já o superintendente de Apoio e Regularização Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Antônio Augusto Melo Malard, ministrou uma palestra sobre a municipalização do licenciamento e fiscalização ambiental.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *