Serraglio não aceita assumir Transparência

30 de maio de 2017 - 12:43 | por Redação
Serraglio não aceita assumir Transparência
Brasil
0

O deputado Osmar Serraglio (PMDB), demitido do Ministério da Justiça no final de semana,  recusou o convite de Temer para assumir Transparência.

O ex-ministro informou a decisão da recusa a membros do PMDB na Câmara dos Deputados. O convite para que assumisse a Transparência motivou protestos de servidores da Controladoria Geral da União, órgão de combate a corrupação.

A decisão devolve a Serraglio o mandato de deputado federal e promove a saída definitiva do parlamento do deputado afastado  pelo PMDB do Paraná, Rodrigo Rocha Loures, alvo de inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) em razão da delação da JBS. Ele ficou conhecido como o “homem da mala do PMDB”, ao ser flagrado recebendo uma mala com 500 mil reais provenientes de propina e é investigado pelo STF no mesmo inquérito que envolve Temer.

Loures é suplente de Serraglio e assumiu o mandato do deputado após sua ida para o ministério, onde foi flagrado na operação Carne Fraca.

Em nota, Serraglio agradeceu o “privilégio” de ter sido ministro da Justiça e Segurança Pública, onde procurou dignificar a confiança nele depositada e afirma que volta para a Câmara dos Deputados.

O caminho seguido por Serraglio dificulta os planos do governo Temer e deixa sem foro o homem da mala do PMDB.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *