Rússia suspende memorando de cooperação com os EUA na Síria

19 de junho de 2017 - 12:22 | por Redação
Rússia suspende memorando de cooperação com os EUA na Síria
Mundo
0

O ministério russo de Defesa (Mindef) suspendeu a partir de hoje o memorando de cooperação com os Estados Unidos para evitar incidentes aéreos na Síria e advertiu sobre o rastreamento de aparelhos da coalizão internacional.

Ademais, o Mindef exige uma investigação detalhada sobre o derrubada  ontem de um caça da força aérea síria SUA-22 na província de Raqqa, sem conhecer-se ainda o paradeiro do piloto que se projetou depois do ataque.

Na zona onde a força aeroespacial russa cumpra missões no espaço aéreo sírio, os aviões, incluídos os caças de combate da coalizão internacional, serão seguidos como objetivos por nossos sistemas antiaéreos russos, disse fonte do Ministério.

Moscou mantém  em suas bases em Síria várias baterías dos complexos antimísseis S-400, com uma amplo raio de ação e alcance superior aos 400 quilômetros de alcance.

O Mindef adverte sobre os vôos dos aviões da aliança ao ocidente do rio Éufrates, que serão seguidos como objetivos de combate, assinala  o Ministério de Defesa russo, que  denunciou hoje a agressão e violação pelos Estados Unidos da soberania de Síria, ao derrubar um avião da força aérea dessa nação em Raqqa.

A destruição de um avião SEU-22 da força aérea por aparelhos do Pentágono constitui uma violação cínica da soberania síria, considera o ministério num comunicado.

A coalizão anuncia ações contra terroristas em Síria,  mas atacou ao menos por três vezes às forças da Síria, em flagrante violação do direito internacional, destaca o Mindef.

A força aeroespacial russa foi chamada por Damasco para apoiar no combate às formações terroristas, no final de 2015, uma diferença na ação da aliança ocidental, que atua no país em autorização do regime sírio.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *