Prefeitura de Catas Altas faz balanço positivo de 2017

3 de Janeiro de 2018 - 12:00 | por Redação
Prefeitura de Catas Altas faz balanço positivo de 2017
Catas Altas
0

O ano de 2017 terminou e a Prefeitura de Catas Altas fez um balanço das ações desenvolvidas, neste que foi o primeiro ano do atual mandato. Nestes 12 meses, além de colocar a “casa em ordem”, a equipe de gestão realizou projetos contemplando todas a áreas.

De acordo com o prefeito, José Alves Parreira, esse primeiro ano teve um saldo muito positivo. “Apesar de toda a dificuldade financeira enfrentada por todo o Brasil, conseguimos fazer muito do que estava planejado e vimos nossa Catas Altas dando um salto em desenvolvimento. Tanto interna quanto externamente. Começamos os trabalhos de dentro para fora, mas sem deixar de seguir para frente. Sem parar nenhum serviço público”, explica Parreira.

“Estamos satisfeitos com o que fizemos. Agora, temos que dar continuidade ao trabalho iniciado e implantar outros projetos que já estão sendo preparados. Tem muita novidade vindo por aí em 2018”, completou o vice-prefeito Fernando Rodrigues Guimarães.

Para fazer um balanço do trabalho realizado neste primeiro ano, cada secretário apontou as ações destaques e a principal dificuldade encontrada, além dos projetos previstos para o ano que vem.

Na educação, a secretária Renata Soares destacou a capacitação e a formação continuada dos professores da rede municipal. “Educadores profissionalizados conseguem garantir uma educação de qualidade para nossos alunos. Isso é fundamental”, explica. Apesar disso, conseguir atender a alta demanda do transporte escolar universitário foi a maior dificuldade encontrada neste ano, embora mais de 200 estudantes estejam sendo beneficiados. Para 2018, a expectativa é em relação a construção do Centro Educacional, que vai atender aos alunos da educação infantil ao quinto ano, além da parte administrativa da secretaria de Educação, centralizando todos os serviços educacionais.  Outra conquista foi a criação do programa Você na universidade.

Maria Tereza Pereira Hosken destacou a melhoria na saúde como a maior conquista para o município no setor. “Registramos uma redução no número de internações, justificada pela melhoria das ações básicas no município”, comemora. Durante todo o ano, as ações priorizaram a população, através de escuta qualificada em todos os bairros e localidades.  “Destacamos a contratação de mais um médico 40 horas, aumentando a oferta de consultas na sede e no distrito do Morro D’Água Quente; o aumento da oferta de atendimentos especializados no próprio município, gerando mais conforto para o usuário; maior investimento na compra de medicamento com recursos próprios; ampliação da oferta do atendimento em saúde bucal com a  compra de mais uma cadeira odontológica; ampliação das ações de promoção e prevenção a saúde, através do trabalho com adolescentes, idosos, gestantes e outros grupos; entre outros”. Maria Tereza completa que muitos outros projetos estão em andamento, como construção da farmácia e instalação de posto de coleta de sangue no Morro D’Água Quente; modernização da estrutura física das unidades de saúde; dentre outros.

Na secretaria de Desenvolvimento Social, a alteração na nomenclatura, focando a conscientização sobre a Nova Política Assistencial que visa a emancipação e desenvolvimento dos indivíduos, foi o destaque deste ano. De acordo com a Secretária Elaine Adriana Rodrigues de Paula, essa mudança trouxe ganhos positivos para as políticas públicas sociais, tirando o foco do assistencialismo com a capacitação da população para geração de novas fontes de renda. “Não é só dar o peixe, é ensinar a pescar”, reforça. “Para o ano que vem, a principal expectativa é em relação a reestruturação da secretaria com a contratação de técnicos e especialistas para executar o serviço com a qualidade que os moradores de Catas Altas precisam”, completa Elaine.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Reginaldo Nascimento, apontou as ações voltadas para o resgate dos valores ambientais para garantir um futuro ecológico e sustentável do município (na área de meio ambiente) e o trabalho de valorização do homem do campo (na agricultura) como os destaques deste primeiro ano de gestão. “Tivemos muitos projetos importantes em 2017, como recuperação de nascentes, realização das semanas do meio ambiente e da árvore e construção e manutenção de barraginhas e caixas secas. Estamos trabalhando para transformar Catas Altas em um lugar gostoso de se viver”, explica Nascimento. Para 2018, estão previstas a criação da horta comunitária; a elaboração do Código de Postura; a realização de paisagismo da entrada da cidade; e implantação do viveiro público.

Já em relação as áreas de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, o secretário Lucas Nishimoto destaca que este ano foi reservado para reorganização e planejamento. “Focamos na concepção de planos estratégicos para o desenvolvimento de projetos e ações que vão resultar em melhorias nestes setores. Já tivemos ótimos resultados: retomamos eventos importantes, com gestão consciente dos recursos públicos; reativamos o Centro de Atendimento ao Turismo; voltamos a aparecer no mapa turístico; entre outros. Mas o que mais podemos destacar neste ano foi a gravação da minissérie da Globo na cidade, que foi um divisor de águas. Nunca tivemos tantos turistas em Catas Altas como nestes últimos dois meses. A produção efetivou o município como destino turístico”, explica. Vários projetos estão previstos para o ano que vem, entre eles, o início dos trabalhos para vinda do maior telescópio para uso educacional da América Latina.

Neide Odália, secretária de Administração e Fazenda, aponta o compromisso em manter em dia o pagamento dos servidores como sendo a principal ação da secretaria. “Fizemos questão de pagar em dia todos que trabalham na Prefeitura, apesar da crise financeira que todo o país enfrenta, inclusive Catas Altas, que teve como principal dificuldade o atraso nos repasses estadual e federal. Para o ano que vem, esperamos que haja um aumento significativo na arrecadação, já que contaremos com um orçamento elaborado pela atual gestão de acordo a realidade atual do município e, principalmente, com a possível retomada dos trabalhos da Samarco”.

No setor de obras, Sidiney Parreira aponta a estruturação da secretaria como a maior realização deste ano. “Além disso, em parceria com a secretaria de agricultura e meio ambiente, conseguimos, de forma eficiente, reformular as estações de tratamento de água (ETA) e esgoto (ETE) e o aterro. Também fizemos reformas e restaurações em vários pontos da cidade. Mas, apesar das realizações, também enfrentamos algumas dificuldades, entre elas, a escassez de mão de obra especializada para realização de alguns serviços da secretaria”, explica o secretário. Para 2018, estão previstas várias obras importantes, como construções do centro educacional, de pontes na zona rural para facilitar a vida do homem do campo, da farmácia do distrito do Morro D’Água Quente e de redes pluvial, de água e esgoto no bairro Vista Alegre. “Normalmente, essas obras ficam escondidas, mas é de extrema importância para a população”, reforça.

O vice-prefeito Fernando Guimarães destaca ainda as conquistas para o distrito do Morro D’Água Quente, como a entrega de correspondências e a retomada da vacinação. “Logo no início de 2018, iremos finalizar a licitação para implantação de telefonia móvel na comunidade para funcionamento ainda no primeiro semestre. Mais uma reivindicação antiga dos moradores que iremos atender”, comemora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *