O samba é uma festa na Casa da Ópera

16 de julho de 2017 - 19:32 | por Sergio Sanches
O samba é uma festa na Casa da Ópera
Arte
0

A cadência do samba invadiu a Casa da Ópera na noite da última sexta (14), com o “Samba de Sobra”, projeto de Erika Curtiss e banda. O público compareceu em peso para prestigiar grandes sucessos da música brasileira, de diferentes gerações, com a voz marcante da cantora.

Formados por Tiago Valentim e Gegê Mendes na percussão, Fred Sobreira no cavaco, Fernando Costa no violão e a participação especial de Paulo Cotta no clarinete, a plateia cantava e acompanhava a artista com palmas, ao som de clássicos como “Luz Negra”, de Nelson Cavaquinho e “Preciso me Encontrar, do Cartola. Entre uma e outra, Erika brincava com o público dizendo que os cantores são os “avôs da sofrência”, fazendo referência aos artistas sertanejos da nova geração.

“O choro é uma música que nunca morre”, diz, após apresentar “Novo Amor”, de Edu Krieger. A plateia segue acompanhando, dessa vez ao som de “Samba da Benção”, de Vinícius de Moraes.

ENCANTO – Os ouro-pretanos Robson Fagundes e Rejane Keller destacaram o excepcional trabalho da cantora. “A gente já frequenta shows do grupo há algum tempo e a Érika é uma artista de Ouro Preto há muitos anos, é sempre encantador”, completa.

Ao final, com “Canto de Ossanha”, os percussionistas desceram do palco e acompanharam o público até o lado de fora da Casa da Ópera, onde a festa continuou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *