Novas pedras no caminho: Agosto pode ser fatal para Temer

14 de julho de 2017 - 13:28 | por Redação
Novas pedras no caminho: Agosto pode ser fatal para Temer
Brasil
0

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia,  marcou  para 2 de agosto votação do parecer contrário à denúncia contra Temer no plenário da Casa.

Ele disse que a decisão foi tomada após um acordo feito com as lideranças do governo e da oposição, logo depois de ter sido aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o relatório feito pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) foi aprovado por 41 votos a 24.

Abi-Ackel recomendou o arquivamento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva.

Para que a Câmara autorize que a denúncia apresentada pela PGR seja analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), são necessários os votos de dois terços da Casa, o que representa 342 deputados. A oposição terá de lutar para garantir esta presença mínima.

Na tarde de ontem (13), a CCJ votou dois pareceres diferentes a respeito da denúncia apresentada pela PGR contra Temer. O primeiro, de autoria de Sergio Zveiter (PMDB-RJ), era a favor da admissibilidade da denúncia e foi rejeitado por 40 votos a 25. Já o segundo parecer pelo arquivamento da denúncia, apresentado pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), foi aprovado por 41 votos a 24.

Pedras no caminho

De um lado, Temer enfrentará denúncias do procurador-geral Rodrigo Janot por obstrução da justiça e formação de organização criminosa. Elas saem até agosto devido também ao fato da substituição de Janot na PGR, que acontece em setembro.

Outras denúncias por corrupção passiva no exercício do cargo poderão ser apresentadas. Elas estão ligadas aos interesses do atual presidente nos negócios do Porto de Santos, desde os tempos em que Michel Temer era deputado federal pelo PMDB/SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *