Governo de Minas disponibiliza R$ 120 milhões em créditos para os municípios mineradores

18 de janeiro de 2017 - 17:43 | por WWFA
Governo de Minas disponibiliza R$ 120 milhões em créditos para os municípios mineradores
Minas
0

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Marco Aurélio Crocco, lançaram, ontem terça-feira (17/1), no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, o Programa BDMG Municípios Mineradores. Serão disponibilizados R$ 120 milhões em créditos para financiamento a 177 municípios que tiveram queda na arrecadação de royalties entre 2015 e 2016.

Para o deputado Thiago Cota, os recursos são de extrema importância neste momento de dificuldade que os municípios mineradores vêm enfrentando. O deputado elogiou o empenho do Governo neste programa que sem dúvidas trará um grande alívio financeiro para as cidades que dependem da atividade minerária. Em discurso, o governador ressaltou o empenho de seu Governo em garantir a atividade mineradora no estado e, consequentemente, a geração de renda, empregos e arrecadação tributária para as cidades que dependem desses recursos.

Segundo Pimentel, é preciso enfrentar as críticas existentes hoje no que diz respeito à atividade mineradora no estado. “É preciso enfrentar esse tsunami de críticas, especialmente depois dessa tragédia horrorosa que foi o rompimento da barragem em Mariana. Não é uma tragédia que vai nos fazer impedir que a atividade se desenvolva de maneira correta, ambientalmente sustentável, de maneira legalmente licenciada. Podemos ter todas as cautelas, mas a atividade tem que existir”, afirmou.

O governador reafirmou o compromisso de sua gestão com os prefeitos, ajudando-os a garantir a qualidade de vida, segurança, saúde, educação da população. “Sei da angústia que têm os municípios aqui do entorno de Belo Horizonte com essa avalanche de críticas que, às vezes, impedem a agilidade necessária para que os empresários da área façam seus investimentos e tragam emprego, renda, arrecadação tributária. Vamos tentar clarear esse cenário e o Estado está empenhado nisso, com o maior rigor possível nos processos de licenciamento, mas com compromisso com a atividade mineradora. É preciso que ela aconteça e nós não podemos virar agora inimigos da mineração e transformar o que é Minas Gerais no cemitério da mineração”, completou Fernando Pimentel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *