Evolução: De giga a micro

8 de junho de 2016 - 20:41 | por Rhuan Phelipe
Evolução: De giga a micro
Educação
0

Todos sabem que nossos computadores estão em constante evolução. Mais você sabe como tudo começou?

Em 1956 nasce o primeiro computador, durante a Segunda Guerra Mundial, nos Estados Unidos, por John Eckert e John Mauchley, mais não como esse você tem na sua casa, trata-se do primeiro computador digital eletrônico programável de uso geral.

Eram grandes maquinas que ocupavam salas enormes os primeiros computadores, o ENIAC (Electronic Numerical Integrator and Computer) e o eram destinados apenas a funções de cálculos, sendo utilizados para resolução de problemas específicos.

Essa primeira geração de computadores passa ainda por invenções como o Harvard Mark I, em 1944, usado pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial. Além do SSEC, lançado em 1948 pela IBM, capaz de calcular a posição da Lua utilizando sequência seletiva eletrônica, a máquina ficou famosa por ter sido usada para traçar a rota da missão Apollo 11, em 1969.

Década de 1950

A “Segunda Geração” dos computadores surgiu na década de 1950 e teve como marca a chegada dos transistores. Com a nova tecnologia, finalmente o computador idealizado por Alan Turing poderia ser construído e comercializado – o destaque foi o Univac (UNIVersal Automatic Computer) 1101, um equipamento de 12 metros de comprimento e 6,1 metros de largura que usava 2.700 tubos a vácuo para seus circuitos lógicos.

Década de 1960

Foi em 1965 que o computador finalmente saiu das grandes salas e se tornou portátil. O primeiro microcomputador vendido com sucesso no mercado foi o DEC PDP-8, um computador de 12 bits cujas dimensões se assemelhavam ao de um frigobar de hoje. A fabricante Digital Equipment Corporation – daí a sigla DEC – vendeu mais de 50 mil unidades naquele ano.

Década de 1970

Graças ao pioneirismo do DEC PDP-8, a “Quarta Geração” de computadores, nos anos 1970, é conhecida pela avalanche de microcomputadores pessoais, começando pelo Kenback 1, anunciado na revista Sicentific American em 1971 e que custava US$ 7 mil. Três anos depois, Xerox lançou a primeira estação de trabalho pessoal baseada em microprocessador e que já tinha entrada para mouse, o Scelbi SH.

Em 1976, surge o primeiro computador com processamento vetorial de sucesso comercial, construído por Steve Wozniak. Chamado de Cray I inicialmente, foi renomeado para Apple I com a fundação da empresa após a entrada de Steve Jobs. No ano seguinte, o Apple II foi sucesso instantâneo.

Década de 1980

Com a popularização dos microprocessadores, a década de 1980 foi marcada pelos computadores pessoais a quinta geração, com IBM, Commodore e Compaq se juntando à Apple nesse mercado, o que levou a uma série de inovações. Foi em 1984, por exemplo, que a empresa de Jobs laçou o Macintosh, primeiro computador com interface gráfica vendido comercialmente.

A década também teve o primeiro computador pessoal a incorporar uma unidade de disco rígido com armazenamento óptico e linguagem orientada a objetos para simplificar a programação. Curiosamente, o “pai” do projeto também foi Steve Jobs, mas na NeXT, empresa que fundou após sua saída temporária da Apple em 1985.

Década de 1990

Foi na década de 1990 que os computadores pessoais se tornaram produto de massa. A Intel entrava no mercado com seu processador Pentium, em 1993, seguido pelo Pentium II, em 1997. A AMD também lançou seu primeiro Athlon no mercado em 1998, que rodava a incríveis 750 MHz.

Essa década também foi marcada pela criação de jogos online, diferente dos consoles os jogos online proporcionavam ao jogador múltiplos adversários, os jogos de MMORPG (Massive Multiplayer Online Role Playing Game) apesar de não ter ficado tão popular quanto o Tibia e o Ultima Online, o Miridian 59 foi o primeiro MMORPG do mundo, antes de todos os outros, ele permitia a interação com outros personagens e o “mundo” continuava existindo mesmo quando os usuário não estavam jogando.

Anos 2000

Pode parecer recente para muitos, mas os anos 2000 já são história. Há 16 anos, a canadense RIM lançava o primeiro smartphone do mundo, chamado de Blackberry. O aparelho oferecia sistemas de e-mail e navegação na web, além de conexão móvel. Mas, apesar de todos os lançamentos importantes daquela década, ela será marcada pelo surgimento do iPhone.

De maquinas gigantes capazes de efetuar contas avançadas para pequenas maquinas capazes de efetuar milhares de operações instantaneamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *