Entidades sindicais e estudantis querem parar Ouro Preto e Mariana na sexta-feira

26 de junho de 2017 - 11:17 | por Redação
Entidades sindicais e estudantis querem parar Ouro Preto e Mariana  na sexta-feira
Brasil
0

As Centrais Sindicais de todo país convocaram os trabalhadores a paralisarem suas atividades dia 30 (sexta-feira), na segunda greve geral neste ano contra as reformas e o governo de Michel Temer

Várias categorias de trabalhadores do país irão paralisar suas atividades contra as reformas da previdência, trabalhista e pelo fim da terceirização da força de trabalho.

Entidades sindicais de Ouro Preto e Mariana se organizam para a ação programada através do Comitê Central de Mobilização da Região dos Trabalhadores – formado por sindicatos e organizações estudantis locais.Elas realizarão duas manifestações na sexta-feira:  na parte da manhã, a partir das 10h, na Praça da Sé, em Mariana; e na parte da tarde, às 16h, na Praça Tiradentes, em Ouro Preto, com concentração às 15h no Campus da UFOP.

Para os organizadores, “com apenas 7% de aprovação – o menor índice em 28 anos-, o governo Temer se mostra cada vez mais insustentável para conduzir o país e bastante fragilizado para tocar as reformas. E, frente aos escândalos de corrupção e crimes de responsabilidade que circunda o presidente e seus aliados, está nítida a intenção deles em empurrar a enorme dívida da crise econômica exclusivamente para os trabalhadores”.

Eles apontam que a população sente na pele o resultado das últimas eleições que compuseram o Congresso Nacional – o mais conservador e elitista desde a redemocratização do país.

Além disso, em menos de um ano, deputados e senadores aprovaram a PEC 55 – que congelará os investimentos públicos em saúde e educação pelos próximos 20 anos –, e a lei que legalizou a terceirização irrestrita de todas as atividades.


Lembraram ainda que está em tramitação mudanças na legislação trabalhista e na Previdência, que, se aprovadas, resultarão em retirada de direitos para a população.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *