Em homenagem a Carlos Drummond de Andrade, Igreja do Rosário será palco da Chuva de Poesia

18 de agosto de 2017 - 16:38 | por Sergio Sanches
Em homenagem a Carlos Drummond de Andrade, Igreja do Rosário será palco da Chuva de Poesia
Arte
0

 No Domingo, dia 20 de agosto, às 16h, acontece a Chuva de Poesia Drummondiana. Versos poéticos escritos em papéis coloridos serão arremessados do alto das torres da Igreja do Rosário, em Ouro Preto.

Nesta edição, o homenageado é o poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade (1902 – 1987) que completa 30 anos desde o seu falecimento. Autor de inúmeros poemas e crônicas, seu nome aparece no topo da lista de escritores brasileiros do século XX no Brasil, dentre os maiores líricos modernos do país.

Conhecido pela assinatura de poemas como Poema de Sete Faces e No Meio do Caminho, e dos livros Sentimento do Mundo (1940) e A Rosa do Povo (1945), ainda hoje Drummond influencia por seu adensamento subjetivo e pelo traço visceral e proseado de seus escritos. Leitores ou escritores brasileiros, o trajeto literário desses sujeitos passa sempre direta ou indiretamente por Drummond, o poeta de Itabira, cuja ausência ele mesmo deixou versificada para nós, amantes de sua obra.

Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

 

O evento é organizado pelo poeta Guilherme Mansur há mais de duas décadas e atualmente tem o apoio da Fundação de Arte de Ouro Preto | FAOP juntamente com a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais | SEC. A Chuva de Poesia é gratuita e aberta ao público de todas as idades.

Foto: Luiza Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *