Dezenas de feridos em repressão israelita a protestos palestinos

15 de dezembro de 2017 - 17:47 | por Redação
Dezenas de feridos em repressão israelita a protestos palestinos
_
0

Ao menos 40 palestinos ficaram feridos hoje (15) por forças israelenses  durante confrontos entre manifestantes e policiais na Faixa de Gaza e áreas da Cisjordânia ocupada.

Conforme com fontes medicas, 38 palestinos que protestavam contra a decisão de Washington de reconhecer Jerusalém como capital de Israel receberam diferentes tipos de lesões na fronteira de Gaza, entre eles 10 que foram impactados por balas de borracha.

Nessa zona os protestos reuniram cerca de 4000 manifestantes..

Um número ainda indeterminado foi ferido com balas de borracha em vários distritos de Cisjordânia, onde segundo o exército israelita ao menos dois mil e quinhentos manifestantes participaram nas demonstrações populares.

Um comunicado de Tel Aviv  confirmou que ‘tropas tomaram medidas para romper os distúrbios’.

Depois da oração da sexta-feira ao meio dia no complexo da mesquita Ao Aqsa, de Jerusalém Oriental, milhares de palestinos se congregaram dentro do recinto do templo enquanto centenas  saíram às ruas para manifestar-se, mas a Polícia israelita impediu-lhes o acesso à Cidade Velha.

O anúncio do presidente norte-americano, Donald Trump, da mudança de postura de Washington sobre o status de Jerusalém tem provocado manifestações de rejeição em vários lugares do mundo, não só em países islâmicos.

Tem gerado pronunciamentos de rejeição inclusive entre os aliados europeus dos Estados Unidos, bem como denúncias de várias organizações internacionais islâmicas.

Ontem, a União Interparlamentar Árabe concordou em Rabat em que com sua atual postura Washington optou por ‘ser adversário e não árbitro’ na solução ao conflito palestino-israelita, pelo qual tem perdido sua credibilidade como ‘patrocinador’.

Os chefes dos Parlamentos árabes qualificaram  a decisão de Donald Trump de ‘nula e ilegal’.

O status jurídico, político e histórico da cidade de Jerusalém, asseguraram no texto final do encontro, não pode ser mudado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *