Batizado e troca de graduações reúne ícones da capoeira em Itabirito

31 de outubro de 2017 - 19:07 | por Redação
Batizado e troca de graduações reúne ícones da capoeira em Itabirito
Cultura
0

Ao som do tradicional refrão paranauê, Itabirito sediou no último sábado, dia 28 de outubro, o 18º batizado e troca de graduações do grupo Cativeiro de Capoeira. Apoiada pela Prefeitura, por meio das secretarias de Patrimônio Cultural e Turismo e de Esporte e Lazer, a cerimônia aconteceu na quadra de esportes do Centro Educacional Municipal de Itabirito (Cemi).

“Mais uma vez, é um prazer estar ao lado do Grupo Cativeiro. A capoeira é uma manifestação da cultura popular brasileira, um patrimônio reconhecido. Itabirito hoje é referência na região, e reconhecemos o esforço, a beleza e o valor desse trabalho para o desenvolvimento da juventude local”, destacou o secretário de Patrimônio Cultural e Turismo, Ubiraney Figueiredo.

Participaram do evento cerca de 150 capoeiristas, vindos de cidades como Belo Horizonte, Ouro Preto, Nova Lima, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Varginha, Rio Acima, Ibiúna e Porto Alegre. A programação incluiu batizado – iniciação – e troca de faixa de 60 capoeiristas de Itabirito, além de formatura de três instrutores, um professor e dois contramestres.

Papel social e cultural da capoeira

A cerimônia foi conduzida pelo mestre Beto Braga e pelos contramestres Índio e Gilmar Capoeira, de Itabirito. “Pratico capoeira há 37 anos, sempre com seriedade, dignidade e boa conduta. A quem está se formando hoje, é importante deixar claro que o compromisso começa com a semente, com essas criancinhas que serão capoeiristas pelo resto da vida”, relembrou Beto Braga.

Presença ilustre, o mestre Miguel Machado, presidente nacional e internacional do grupo Cativeiro, destacou o trabalho desenvolvido em Itabirito e ressaltou o “papel fundamental da capoeira” nos âmbitos social e cultural.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *