Audiência Pública discutiu regulamentação de transportes alternativos

19 de abril de 2017 - 20:56 | por Redação
Audiência Pública discutiu regulamentação de transportes alternativos
Mariana
0

Com o objetivo de ouvir a comunidade e elaborar uma proposta de regulamentação do transporte alternativo de passageiros em Mariana, a Câmara realizou na noite de ontem (18), audiência pública.

Centenas de pessoas participaram do evento no centro de convenções de Mariana. Elas ouviram as explicações sobre o objetivo da audiência e debateram itens de uma possível regulamentação do serviço de moto táxi e taxi lotação na cidade e para atendimento das localidades rurais.

Mesmo com as afirmativas dos vereadores de que a audiência não era uma postura contrária à empresa Transcotta, prestadora há décadas do serviço de transporte coletivo no município, a quase totalidade dos presentes que usaram da palavra para expor dúvidas ou sugestões sobre uma possível regulamentação do serviço alternativo, não poupou criticas à empresa , principalmente em relação a horários, qualidade e custos do serviço prestado.

Implantado em Ouro Preto desde 1996, a experiência do serviço de táxi-lotação na cidade foi destacada pela representante do Sindicato dos Condutores Autônomos e Veículos Rodoviários de Ouro Preto, Sueli Basílio.

As maiores preocupações dos presentes era saber como será feita a implantação e se ela atenderá a demanda de todos os trabalhadores que já atuam no transporte alternativo. O secretário de Defesa Social de Mariana, Braz Luiz de Azevedo, lembrou que  um estudo das demandas será feito pela prefeitura  em parceria com as associações de bairros, para definir as rotas que podem atender a população.

As rotas iniciais sugeridas seriam Bairro Rosário/Cabanas, Passagem de Mariana/centro e Cabanas/Centro.

O vereador Ronaldo Bento (PSB), autor do Projeto de Lei que busca regularizar o serviço de táxi-lotação no município, ressalta a importância da audiência pública para que o projeto saia do papel. “A participação popular é fundamental, ainda mais em um assunto tão caro ao interesse público: o transporte coletivo”, afirma o vereador. Ao final da Audiência, houve uma votação na qual, por contraste, os presentes votaram favorável à regulamentação dos dois tipos alternativos de transporte: o táxi-lotação e o moto-táxi.

A proposta da realização da audiência foi  sugestão dos vereadores Juliano Duarte (PPS), Cristiano Vilas Boas (PT) e José Jarbas (PTB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *