Anistia afirmou que todas as partes violaram Direitos Humanos em Mosul

11 de julho de 2017 - 12:22 | por Redação
Anistia afirmou que todas as partes violaram Direitos Humanos em  Mosul
Mundo
0

A ONG Anistia Internacional acusou o  Estado Islámico, as forças de segurança iraquianas e a coalizão internacional de cometer violações dos direitos humanos dos civis durante a batalha que controlou o oeste da cidade.

“Algumas violações podem constituir crimes de guerra”, advertiu  a Anistia em um comunicado no qual assegurou haver juntado dados que mostram a magnitude do dano, do sofrimento e da morte que sofreram milhares de civis durante a ofensiva para expulsar os os yihadistas do  oeste de Mosul, que começou em  19 de fevereiro e concluída, segundo Bagdad  no dia de hoje.

A organização destacou que o Estado Islâmico utilizou civis como escudos humanos e as forças iraquianas e da coalizão encabeçada pelos Estados Unidos  utilizaram armas explosivas imprecisas que mataram a milhares de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *