Aécio tentou barrar Lava Jato

19 de maio de 2017 - 17:53 | por Redação
Aécio tentou barrar Lava Jato
Brasil
0

Aécio Neves (PSDB-MG) buscou estratégias para impedir o avanço da Operação Lava Jato e, para tanto, articulou com o presidente da República, Michel Temer, e Alexandre de Moraes, ex-ministro da Justiça  e indicado por Temer para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A constatação é do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

“Mais especificamente sobre a Lava Jato, o senador teria tentado organizar uma forma de impedir que as investigações avançassem, por meio de escolhas dos delegados que conduziam os inquéritos, direcionando as distribuições, mas isso não teria sido finalizado entre eles, apontou  Janot.

A afirmação de Janot na decisão do ministro do STF Luiz Edson Fachin, que determinou a abertura de inquérito para investigar Temer e Aécio Neves a partir das informações dos depoimentos de delação premiada de executivos do grupo JBS. Os pedidos de abertura de inquérito formulados pela PGR e o conteúdo dos depoimentos foram divulgados hoje (19) pelo STF.

Em outro trecho, Janot retoma o tema: “Além disso, verifica-se que Aécio Neves, em articulação, dentre outros, com o presidente Michel Temer, tem buscado impedir que as investigações da Lava Jato avancem, seja por meio de medidas legislativas, seja por meio de controle de indicação de delegados de polícia que conduzirão os inquéritos”.

Na delação premiado do empresário do grupo JBS, Joesley Batista, ele afirma ter pagado R$ 2 milhões em propina a Aécio Neves este ano para que ele atuasse em favor da aprovação da lei de abuso de autoridade e anistia ao caixa 2 em campanhas eleitorais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *